Mulher mais velha do mundo morre aos 115 anos nos EUA

Edna Parker, nascida em 20 de abril de 1893, morreu pacificamente num centro convalescente em Shelbyville

REUTERS

27 de novembro de 2008 | 21h06

A pessoa mais velha do mundo morreu na quarta-feira no Estado norte-americano de Indiana aos 115 anos, disse um especialista em geriatria. "A sra. Edna Parker de Indiana, a pessoa mais velha do mundo por alguns anos, faleceu aos 115 anos e 220 dias", disse Stephen Coles, geriatra da Universidade da Califórnia em Los Angeles ao website do Gerontology Research Group. Parker, nascida em 20 de abril de 1893, morreu pacificamente num centro convalescente em Shelbyville, Indiana, segundo um jornal local. Uma foto de Parker, vestida de azul com um buquê de flores, estampou a primeira página do Shelbyville News. Parker, que era professora, e seu marido, que morreu de ataque cardíaco quando ela tinha 48 anos, tiveram dois filhos. Com isso, a pessoa mais velha do mundo passou a ser a portuguesa Maria de Jesus, nascida em 10 de setembro de 1893, de acordo com o Gerontology Research Group. (Reportagem de Andrea Hopkins)

Tudo o que sabemos sobre:
GERALMULHERVELHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.