Mulher mata 4 a tiros na Califórnia

Quatro pessoas morreram e duas ficaram feridas depois que uma mulher teve uma reação violenta durante uma audiência que decidiria seu despejo de uma comunidade de nativos norte-americanos na tarde de quinta-feira, no norte da Califórnia.

Agência Estado

21 de fevereiro de 2014 | 11h02

Cherie Lash Rhoades, de 44 anos, ex-presidente da Cedarville Rancheria, foi detida após ter feito disparos e ter usado uma faca durante o ataque, informou o chefe de polícia de Alturas, Ken Barnes.

Barnes disse à KRCR-TV que os mortos são duas mulheres, uma de 19 anos e outra de 45, e dois homens, um de 30 e outro de 50 anos. Segundo ele, uma das vítimas era líder da tribo.

Os integrantes da comunidade estavam reunidos para discutir o despejo de Rhoades e de seu filho de Rancheria que é, segundo seu próprio site, uma tribo de 35 membros reconhecida pelas autoridades federais norte-americanas.

Segundo informações da emissora, Rhoades teria sacado a arma e atingido quatro pessoas no interior do escritório tribal de Cedarville Rancheria, além de uma quinta pessoa que tentou fugir. De acordo com as autoridades, após ficar sem munição Rhoades pegou uma faca de açougueiro e feriu uma outra pessoa.

Uma pessoa escapou do local e correu até a delegacia de polícia de Alturas para alertar as autoridades. Quando a polícia chegou, a suspeita estava do lado de fora, correndo com a faca nas mãos.

As vítimas feridas, duas mulheres, foram levadas ao hospital de Redding. De acordo com o Redding Record-Searchlight, o estado de saúde delas é grave. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAatiradoraCalifórnia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.