Mulher tenta atirar em pitbull e mata marido nos EUA

Uma mulher abriu fogo contra um cão da raça pitbull que ameaçava um grupo de crianças, mas acabou acertando seu marido, matanto-o, informou neste sábado a polícia do Estado norte-americano do Mississippi.

AE, Agência Estado

16 de julho de 2011 | 17h19

Testemunhas disseram a policiais que o cachorro, chamado "Cocaine", estava tentando atacar as crianças na sexta-feira. De acordo com os relatos, as crianças saíram correndo e conseguiram entrar na casa de Robert Walker, que saiu e dominou o animal.

Enquanto Robert segurava o cachorro, sua esposa, Betty Walker, pegou uma arma e deu dois tiros. Um acertou o cão, mas o outro atingiu seu marido no peito, informou a polícia. O animal foi recolhido pela vigilância sanitária local e seu dono poderá ser alvo de acusações.

A polícia da cidade de Jackson acredita que a morte de Robert Walker, de 53 anos, tenha sido acidental. Caberá a um grande júri decidir se a esposa dele será indiciada. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAatirapitbullmarido

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.