Mulher tenta embarcar em voo na Tailândia com tigre na mala

As autoridades tentam agora determinar se o animal foi capturado

27 de agosto de 2010 | 04h47

BANGCOC - Um tigre de dois meses foi descoberto por funcionários do aeroporto internacional de Bangcoc na mala de uma mulher cheia de brinquedos, informou a imprensa local nesta sexta-feira, 27.

A ONG Traffic disse que o incidente aconteceu no último sábado, quando a mulher de nacionalidade tailandesa embarcaria em um avião para o Irã, mas teve problemas para fazer check in por conta das grandes dimensões de sua mala.

Quando a bagagem foi passada pelo scanner, os raios X revelaram o coração e demais órgãos do felino entre os brinquedos.

As autoridades tentam agora determinar se o tigre, que estava sedado, foi capturado ou é um exemplar criado em cativeiro.

"Se as pessoas tentam contrabandear tigres em sua bagagem, é por que pensam que traficar com animais selvagens é algo simples e não punido de forma exemplar" disse Chris Shepherd, subdiretor da Traffic para o Sudeste Asiático.

Para Shepherd, "isto só pode mudar com uma maior pressão sobre os traficantes de animais e com penas mais duras".

Tudo o que sabemos sobre:
Tailândia, Tigre, Bangcoc,

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.