Mulheres celebram primeiro casamento gay de Portugal

Duas mulheres se casaram hoje em Portugal, no primeiro matrimônio gay realizado no país. No mês passado, foi aprovada uma lei legalizando a união entre pessoas do mesmo sexo na nação europeia. Teresa Pires e Helena Paixão, mães portuguesas divorciadas, na casa dos 30 anos, vivem juntas desde 2003. Elas se casaram em uma cerimônia de 15 minutos, em um cartório de Lisboa.

AE-AP, Agência Estado

07 de junho de 2010 | 12h48

"É uma grande vitória, um sonho transformado em realidade", disse Teresa, ao abraçar a beijar sua companheira. "Agora somos uma família, isso é o importante." Teresa prometeu continuar lutando pelos direitos dos homossexuais, inclusive o de adotar crianças.

A cerimônia ocorreu menos de um mês após o presidente português, Aníbal Cavaco Silva, firmar a lei, aprovada pelo Parlamento em janeiro. Portugal é o sexto país da Europa a legalizar as uniões entre pessoas do mesmo sexo.

O governo socialista defende que a lei é parte de suas gestões para modernizar Portugal, onde a homossexualidade era considerada crime até o século passado. Há três anos, o mesmo governo relaxou a proibição ao aborto, apesar da oposição da Igreja Católica, bastante influente no país de maioria católica.

Tudo o que sabemos sobre:
Portugalcasamentogaylésbicas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.