Mulheres do Hamas votam pela primeira vez

As mulheres do Hamas, todas com túnicas verdes, a cor do Islã, vão nesta quarta-feira votar pela primeira vez nas eleições parlamentares em Gaza, Cisjordânia e Jerusalém Oriental. As ruas de Gaza estavam desertas, mas longas filas de eleitores se formaram desde o começo da manhã em dezenas de escolas.Como nos 11 distritos eleitorais da Cisjordânia e em Jerusalém Oriental, também nos cinco da Faixa de Gaza, a jornada eleitoral começou nesta manhã sem incidentes. Serão escolhidos 132 ocupantes do Parlamento."Nós queremos demonstrar que o Hamas não é um movimento radical como o Taleban no Afeganistão, que nega às mulheres o direito de votar", disse Ibrahim Shata, um ativista do movimento que participa pela primeira vez de eleições nacionais.Na Cidade de Gaza praticamente não havia carros nas ruas sempre barulhentas. Até o começo da manhã as lojas permaneciam fechadas. Também na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental é grande a afluência de eleitores.Agentes da polícia palestina, uniformizados mas desarmados, estão nas escolas onde há urnas para manter a ordem. As diferentes facções da resistência palestina garantiram que vão exercer seu direito ao voto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.