Mulheres protestam em Cabul contra o uso da burka

Mulheres afegãs participaram, nesta terça-feira, em Cabul, da primeira manifestação pela igualdade de direitos e abolição da burka. Todas as manifestantes decidiram levantar a burka - o véu que cobre inteiramente o corpo - em sinal de desafio e gritaram que querem voltar a estudar e trabalhar."A burka não faz parte da tradição afegã, no Afeganistão grande parte das comunidades utilizam o ´chodairi´", disse uma ex-jornalista, mostrando o véu que deixa o rosto descoberto. "Decidimos marchar até o escritório das Nações Unidas", explicou Soraya Parlioka, organizadora da manifestação, "depois que as autoridades nos pediram que a adiássemos por uma semana por razões de segurança". A manifestação ocorreu no subúrbio de Micrayon 1, em uma atmosfera tranqüila.Os maridos e irmãos das mulheres ainda conservavam a barba longa, mas apoiaram os protestos. Integrantes das forças de segurança patrulharam o local, mas não interferiram na manifestação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.