Multidão aclama rebeldes no Sudão

Mais de 30.000 manifestantes suplantaram a segurança do aeroporto e acorreram ao avião que trazia a primeira delegação de rebeldes sudaneses a chegar à capital em 20 anos. A delegação, de dez componentes, visita Cartum como parte dos esforços de paz para dar fim à guerra civil na nação africana. Os manifestantes ergueram os rebeldes e os carregaram nos ombros até o comitê de recepção enviado pelo governo.?Bem-vindo, EPLS!?, gritava a multidão, referindo-se ao Exército de Popular de Libertação do Sudão, que desde 1983 tenta conquistar autonomia para o sul do Sudão. Até os recentes avanços nas negociações de paz, qualquer membro do EPLS que chegasse de avião à capital correria o risco de ser preso por traição.Muitos dos manifestantes eram sulistas. Centenas de milhares de nativos do sul do país mudaram-se para o norte, muitos vivendo em favelas ao redor de Cartum, para escapar dos combates.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.