Multidão acompanha funeral dos 18 mortos de Beit Hanoun

Dezenas de milhares de palestinos assistem Nesta quinta-feira na Faixa de Gaza ao funeral das 18 vítimas do bombardeio israelense desta quarta-feira na cidade de Beit Hanoun. Testemunhas disseram que o luto, a indignação e as exigências de vingança marcam o funeral, o maior do último ano na faixa palestina. As 18 vítimas, a maioria mulheres e crianças e da mesma família, serão enterradas em um cemitério de Beit Hanoun. Bandeiras palestinas foram colocadas ao lado de cada túmulo. Todos morreram na madrugada da quarta-feira depois que suas casas foram atingidas por pelo menos dois projéteis israelenses enquanto dormiam, em um incidente qualificado pelo Exército israelense como um "trágico erro". Os corpos das vítimas chegaram em ambulâncias a Beit Hanoun, onde fora velados e recebidos com rajadas de tiros para o alto. A Autoridade Nacional Palestina (ANP) decretou três dias de luto oficial devido ao massacre de civis.

Agencia Estado,

09 Novembro 2006 | 10h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.