Multidão proclama Ricardo Lagos candidato para eleições de 2010

O presidente chileno, Ricardo Lagos, votou hoje no segundo turno das eleições chilenas em meio a uma multidão que o proclamava candidato para as eleições de 2010. "2010, 2010, 2010!", gritava a multidão, enquanto Lagos se dirigia lentamente a sua mesa de votação, em um liceu comercial situado a uma quadra do Palácio de La Moneda.O governante chileno, que transferirá o cargo no dia 11 de março ao candidato que for eleito hoje, tem uma aprovação inédita na história do Chile, de 75%, segundo os dados de uma pesquisa divulgados na quinta-feira pela empresa de consultoria internacional MORI.Após votar, Lagos voltou caminhando para a sede governamental e, em uma breve entrevista, ressaltou a tranqüilidade reinante no país e a normalidade do processo eleitoral, sem se referir aos pedidos para que seja novamente candidato em 2010. O governante se declarou convencido de que "esta será uma grande festa democrática, como é tradicional no Chile"."Não resta dúvida de que o resto do período eleitoral será tranqüilo, transparente, como foi todo este processo", comentou, após destacar a rapidez na constituição das mesas e a participação dos eleitores. "Em conseqüência, à noite poderemos estar orgulhosos de ter uma nova liderança e eu quero dizer a vocês que, enquanto isso, esperaremos com tranqüilidade os resultados", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.