Multidão protesta contra lei do aborto na Espanha

Uma multidão se reuniu, esta tarde, em Madri para protestar contra um projeto que flexibiliza a restritiva lei antiaborto da Espanha. Pessoas carregando cartazes, balões e bandeiras marcharam para uma grande praça na capital espanhola para denunciar a proposta.

AE-AP, Agencia Estado

17 de outubro de 2009 | 15h29

O projeto permite abortos irrestritos com até 14 semanas de gestação e permite que garotas de 16 e 17 anos realizem o procedimento sem consentimento dos pais.

O protesto, que reúne dezenas de milhares de pessoas, mostra como o tema ainda é sensível no país de maioria católica mesmo depois que o aborto foi legalizado, com restrições, em 1985.

O parlamento deve votar o projeto ainda este ano. O governo socialista apoia a proposta e argumenta que as mudanças dariam às mulheres direito total sobre suas escolhas reprodutivas.

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhaprotestoleiaborto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.