Multidão toma prédio de milícia islamita na Líbia

Centenas de manifestantes invadiram um complexo de uma das mais fortes milícias islamitas da Líbia nesta sexta-feira, expulsando os combatentes e provocando um incêndio no prédio em Benghazi. O ataque da multidão contra a milícia Ansar al-Shariah, em Benghazi, ocorreu em um aparente protesto contra a ação da milícia, acusada de ter liderado o ataque da noite de 11 de setembro contra o Consulado dos Estados Unidos na cidade do leste da Líbia, no qual foi morto o embaixador dos EUA no país, Christopher Stevens, e outros três diplomatas norte-americanos.

AE, Agência Estado

21 de setembro de 2012 | 21h33

Milicianos islamitas dispararam para o ar mas não atiraram na multidão. Segundo testemunhas, eles fugiram e a multidão ocupou o prédio, incendiando o local. Não foram reportadas mortes nesta sexta-feira e a invasão aconteceu após um protesto que reuniu milhares de pessoas em Benghazi.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.