Mumbai: tiros bloqueiam ferrovias após resgate de reféns

Um tiroteio foi ouvido na manhã desta sexta-feira (horário de Brasília) na principal estação ferroviária de Mumbai, capital financeira da Índia, paralisada desde a noite de anteontem por uma série coordenada de ataques terroristas. A circulação de trens na cidade foi interrompida.Pouco antes, uma operação de resgate realizada por policiais e soldados do Exército libertou pelo menos 93 pessoas, muitas das quais estrangeiras, que vinham sendo mantidas reféns no hotel Oberoi Trident. A operação ocorreu mais de 36 horas depois de militantes armados terem tomado o edifício. Os hóspedes, incluindo um bebê, deixaram o local num microônibus.Juntamente com o hotel Taj Mahal, situado nas proximidades, o Oberoi Trident foi tomado por atiradores em meio a uma série coordenada de ataques em vários pontos da cidade, e que resultou na morte de pelo menos 130 pessoas. O grupo Deccan Mujahidin assumiu a autoria dos atentados e o primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, culpou "agentes externos vindos de países vizinhos", numa referência indireta ao Paquistão. Um dos homens detidos no hotel Taj Mahal é paquistanês. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.