Mundo tem "obrigação" de ajudar EUA no Iraque, diz Bush

O presidente americano, George W. Bush, afirmou que os demais membros da ONU têm "obrigação" de ajudar os EUA no Iraque, como prevê um esboço de resolução apresentado por Washington ao Conselho de Segurança das Nações Unidas. "A resolução ... deverá animar os outros países a participar" de uma força multinacional comandada pelos EUA, disse Bush à imprensa num hospital perto de Washington, onde visitou soldados americanos feridos no Afeganistão e Iraque. "Os outros países têm a obrigação de participar", acrescentou. "Um Iraque livre é do interesse deles. Um Iraque livre no coração do Oriente Médio tornará mais fácil para nós a tarefa de trazer segurança aos EUA e a outros países livres e facilitará, a longo prazo, o estabelecimento da paz", acredita o presidente.França e Rússia, que têm poder de veto no Conselho de Segurança, insistem que Washington aceite a ampliação do poder da ONU no Iraque e permita a rápida restauração da soberania do país. "A única via para a reconstrução do Iraque é a restauração da soberania iraquiana dentro de um processo político", disse o chanceler francês, Dominique de Villepin, pedindo que os EUA "revisem sua política" para o país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.