Murdochs se desculpam em depoimento no Parlamento britânico

Rupert Murdoch e seu filho James pediram desculpas diante do Parlamento britânico nesta terça-feira pelo escândalo de grampos telefônicos que abalou seu império de mídia News Corp.

REUTERS

19 de julho de 2011 | 11h19

Rupert Murdoch, presidente-executivo da News Corp, disse que "esse é o dia mais humilhante da minha vida", durante depoimento dele e do filho perante o comitê parlamentar de Cultura, Mídia e Esportes, que está investigando o suposto envolvimento deles nos grampos telefônicos cometidos pelo jornal do grupo News of the World.

James Murdoch, presidente-executivo da filial britânica da empresa, pediu desculpas pelos erros do tablóide, agora extinto.

"Antes de tudo eu gostaria de dizer que sinto muito, e que nós sentimos muito, particularmente pelas vítimas de interceptações ilegais de mensagens de voz e suas famílias", disse James Murdoch.

"É uma questão de grande arrependimento, para mim, meu pai, e todos da News Corporation", acrescentou.

(Reportagem de Paul Hoskins e Neil Maidment)

Tudo o que sabemos sobre:
MIDIAMURDOCHDEPOIMENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.