Museu de cera se desculpa por outdoor com Hitler na Tailândia

Outdoor em estrada de grande movimento trazia figura do ditador fazendo saudação nazista.

BBC Brasil, BBC

18 de outubro de 2009 | 18h45

Um museu de cera na Tailândia pediu desculpas públicas por um outdoor com propaganda que destacava a figura do ditador Adolf Hitler fazendo uma saudação nazista.

O outdoor foi coberto após o museu receber centenas de reclamações, entre elas das embaixadas da Alemanha e de Israel na Tailândia.

A propaganda, colocada há duas semanas em uma estrada de grande movimento entre a capital do país, Bangcoc, e o balneário de Pattaya , dizia: "Hitler não morreu".

O anúncio fazia parte de uma série de outdoors para promover o museu de cera Louis Tussaud's Waxworks, em Pattaya.

O diretor do museu, Somporn Naksuetrong, disse que a imagem de Hitler não foi usada para celebrá-lo e pediu desculpas pela gafe, dizendo que não sabia que deixaria tanta gente aborrecida.

O embaixador alemão no país, Hans Schumacher, disse ao jornal Bangkok Post que a propaganda era de "mau gosto" e que reclamou diretamente ao ministério das Relações Exteriores da Tailândia.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.