Museu de Cleveland devolve 14 tesouros antigos à Itália

O Museu de Arte de Cleveland, nos Estados Unidos, concordou hoje em devolver 14 tesouros antigos, que vão de jóias etruscas a uma cruz do período medieval, à Itália. O governo italiano afirma que os tesouros foram roubados ou saqueados do país. Funcionários do Ministério da Cultura da Itália e o diretor do Museu de Arte de Cleveland assinaram hoje em Roma um acordo para a devolução dos artefatos, que serão transportados à Itália em três meses. Em troca, o governo italiano autorizará a exibição temporária de outras peças no Museu de Arte de Cleveland.Em sua maioria, os tesouros que serão devolvidos por Cleveland à Itália são jóias e produtos artísticos produzidos pelos etruscos ou por culturas itálicas influenciadas pelos gregos, no sul e centro do país, antes do advento de Roma. Os objetos são "de grande interesse histórico, artístico e arqueológico", disse hoje o ministro da Cultura da Itália, Sandro Bondi.Entre os objetos, estão um par de braceletes etruscos de prata, feitos no século 6 a.C., e a estátua de bronze de um guerreiro, que data entre os séculos 8 a.C. e 9 a.C., da ilha da Sardenha. Segundo os especialistas, é um dos poucos trabalhos que sobraram da cultura nativa da Sardenha, antes da ilha ser conquistada por Roma. O objeto mais valioso do grupo que será devolvido é uma cruz banhada a ouro, do século 14, roubada na década de 1960 de uma igreja próxima a Siena, na Toscana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.