Museu Metropolitan de Nova York devolverá antiguidades ao Egito

O museu Metropolitan de Nova York concordou em devolver ao Cairo 19 peças de antiguidade que datam da época do rei Tutankhamon, afirmou no sábado a agência de notícias egípcia MENA.

REUTERS

30 de julho de 2011 | 10h03

O Egito tem pressionado pela repatriação de grandes tesouros faraônicos que ele afirma terem sido saqueados por potências estrangeiras. Entre as peças reivindicadas estão a Pedra de Rosetta, atualmente exposta no Museu Britânico em Londres, e o busto da rainha Nefertiti, no Museu Neues em Berlim.

O acordo entre o museu de Nova York e o conselho de antiguidade do Egito para a devolução das peças foi assinado em novembro após uma série de negociações, disse a MENA.

Os objetos, adicionados à coleção do Met no início do século 20, incluem um cachorro de bronze de dois centímetros de altura, e parte de um bracelete que pertenceu à sobrinha de Howard Carter, o arqueologista britânico que descobriu a tumba de Tutankhamon.

As peças chegarão ao Cairo na terça-feira e serão expostas no Museu Egípcio, segundo a agência de notícias.

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOANTIGUIDADESDEVOLUCAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.