Musharraf diz que Bin Laden não planejou ataques

O presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, um aliado estratégico na guerra americana contra o terrorismo, afirmou em uma entrevista que ele não acredita que Osama bin Laden tenha planejado os atentados de 11 de setembro do ano passado nos Estados Unidos. "Não acredito que tenha sido possível que Osama tenha feito aquilo sentado lá em cima das montanhas", afirmou Musharraf à revista The New Yorker, que chegou hoje às bancas. Falando de Bin Laden, Musharraf disse: "Talvez ele tenha sido o financiador, a força motivadora (dos atentados). Mas aqueles que executaram são mais modernos. Eles conheciam os Estados Unidos, eles conheciam aviação. Não acredito que ele (Bin Laden) tenha planejado. O planejador foi outra pessoa". Musharraf não disse, no entanto, quem ele pensa estar por trás dos ataques. Os Estados Unidos culpam Bin Laden e sua rede terrorista Al-Qaeda, que atuava no Afeganistão antes da guerra antiterror, pelos atentados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.