Músico americano cancela passagem pela Venezuela

Em meio ao imbróglio diplomático entre Venezuela e EUA, o jazzista americano Wynton Marsalis cancelou ontem a viagem que faria ao país sul-americano, que recentemente dificultou a entrada de cidadãos dos EUA. O trompetista e compositor deveria tocar amanhã com a Orquestra Sinfônica Simón Bolívar e, posteriormente, ministraria oficinas ao Sistema Nacional de Orquestras e Coros Juvenis e Infantis da Venezuela - ambos mantidos pelo governo chavista. "El Sistema", como é conhecido o projeto de música erudita para a juventude, é dirigido por José Antonio Abreu, irmão do novo diretor do jornal venezuelano El Universal, Jesús Abreu Anselmi, que coordenou a mudança editorial a que o diário foi submetido - para favorecer o chavismo - desde que o veículo foi vendido, em julho. / AP

O Estado de S.Paulo

12 Março 2015 | 02h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.