Diario de Noticias
Diario de Noticias

Na Argentina, mulheres alugam guindaste para ‘visitar’ amiga no hospital

Gabriela, de 52 anos, enfrenta um câncer e estava isolada há dois meses

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de outubro de 2020 | 04h00

BUENOS AIRES - Uma amiga hospitalizada há dois meses e fortes restrições de visitas causadas pela pandemia – este foi o início de uma história que circulou pelas redes sociais esta semana.

Um grupo de mulheres argentinas alugou um guindaste com um objetivo incomum: dar apoio a Gabriela, de 52 anos, que enfrenta um câncer no Hospital Fleming de La Plata, na província de Buenos Aires.

À imprensa local, uma das amigas de Gabriela explicou que a ideia surgiu porque o isolamento havia se tornado longo demais. “Passamos muito tempo juntas, pertencemos a um grupo de corrida e sentimos a falta dela”, disse. 

No vídeo, o grupo, composto por cerca de 10 mulheres, é içado até o terraço do hospital, de onde é possível ver a janela do quarto de Gabriela. Quando se encontram, as mulheres gritam de felicidade e mandam mensagens de apoio.

“A ideia era fazer algo bonito, que pudesse transcender e fazer a diferença”, afirmou uma das amigas.

Os hospitais argentinos enfrentam restrições de visitas devido à pandemia de coronavírus – o país é o quinto mais afetado do mundo em termos de infecções, perdendo apenas para EUA, Índia, Brasil e Rússia. São 931.967 casos registrados até agora. 

Assista ao vídeo:

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.