Na China, 70 pessoas são internadas após comerem em restaurante

Nove, entre eles uma criança, estão entre as vítimas mais graves

Efe,

24 de abril de 2010 | 07h00

PEQUIM - Setenta clientes de um restaurante em Pequim foram internados por supostamente terem ingerido um excesso de clonidina, um remédio contra a hipertensão, segundo autoridades locais.

Os intoxicados começaram a sentir mal estar após comerem na sexta-feira, 23, em um restaurante nos arredores de Pequim, no distrito de Huairou, um centro turístico de férias próximo a um dos trechos da Grande Muralha da China, segundo dados divulgados pela agência de notícias Xinhua.

As vítimas mostravam desânimo e falta de resposta a estímulos, segundo os médicos.

A maioria dos afetados foi tratada nos hospitais de Huairou, enquanto os nove mais graves, entre eles uma criança de dois anos, foram transferidos ao hospital de Chaoyang, em Pequim.

Segundo os relatórios médicos, a situação dos internados é estável, e se não houver outras complicações eles estarão completamente recuperados em sete dias.

As intoxicações alimentares são frequentes na China, com alguns casos graves como o escândalo do leite infantil adulterado com melanina, que matouseis bebês e afetou quase 300 mil em 2008, ou a exportação de um xarope que causou a morte de uma centena de pessoas no Panamá em 2007.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.