Na Colômbia, Santos antecipa anúncio de ministro-chave

Após a vitória nas eleições de domingo, o colombiano Juan Manuel Santos nomeou ontem o primeiro ministro que comporá seu gabinete e também anunciou sua equipe de transição.

AE, Agência Estado

22 de junho de 2010 | 07h32

A proposta de unidade nacional feita pelo novo presidente, que assume em 7 de agosto, deve ser traduzida em um governo plural, composto por líderes de diversas correntes políticas. Mas Antanas Mockus, seu rival no segundo turno, já descartou ontem a possibilidade de fazer parte da nova administração.

Santos afirmou que Juan Carlos Echeverry, seu assessor para assuntos econômicos durante a campanha, ocupará o posto-chave de ministro da Fazenda, ficando responsável pela ambiciosa promessa de criar 2,5 milhões de empregos nos próximos quatro anos. O anúncio evidencia a prioridade de Santos aos assuntos econômicos.

O recém-eleito também se reuniu ontem com o presidente Álvaro Uribe para tratar da transição. Fontes próximas ao novo presidente afirmaram que ele já iniciou diálogos com líderes políticos dos partidos que apoiaram sua candidatura e deve divulgar em breve sua equipe de ministros. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.