Na crise financeira, piadas podem aliviar a tensão

A crise financeira pode arruinar alguns bancos e deixar milhares de pessoas sem emprego, mas gerou uma série de piadas de humor negro. Leia algumas delas abaixo: PERGUNTA: Qual a diferença entre um investidor e um pombo? RESPOSTA: Um pombo ainda é capaz de pôr alguma coisa numa BMW. PERGUNTA: Qual a diferença entre um investidor e uma pizza grande? RESPOSTA: A pizza ainda consegue alimentar uma família de quatro pessoas. PERGUNTA: O que diz um gerente de hedge fund que não tem nenhum fundo para gerenciar? RESPOSTA: O senhor gostaria de batatas fritas como acompanhamento? PERGUNTA: Qual a definição de otimismo? RESPOSTA: Um bancário que passa cinco camisas em um domingo à noite. - Um investidor disse que, daqui para frente, começará a se concentrar nas coisas que interessam. Ele me vendeu uma delas na rua, ontem. - Um homem procurou o gerente de seu banco e afirmou: "Eu gostaria de dar início a um pequeno negócio. O que devo fazer?". "É simples. Compre uma grande empresa e espere um pouco", respondeu. - A crise de crédito está piorando, não é? Eu emprestei 10 libras para meu irmão algumas semanas atrás e agora descobri que sou o quarto maior credor da Grã-Bretanha. - Eu tentei tirar dinheiro em um caixa eletrônico ontem mas a máquina disse: "Sem fundos". Eu não sei se eram eles ou eu. - Mark Twain era um visionário. "Outubro. Esse é um mês particularmente perigoso para especular com ações. Os outros são julho, janeiro, setembro, abril, novembro, maio, março, junho, dezembro, agosto e fevereiro." (Reportagem de Niklas Mika e Michael Shields)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.