Na Croácia, papa denuncia 'desintegração' da família

O papa Bento XVI encerrou hoje sua visita à Croácia denunciando o que qualificou como "desintegração" da família na Europa e pedindo aos casais que se comprometam a casar e ter filhos, e não somente a viver juntos. O pontífice enfatizou aqueles que considera os valores tradicionais de uma família católica, como a oposição ao aborto, em uma missa a céu aberto para cerca de 400 mil pessoas no hipódromo de Zagreb.

AR, Agência Estado

05 de junho de 2011 | 15h30

Os fiéis, muitos de outras partes da Croácia e de países vizinhos, chegaram ainda pela madrugada ao hipódromo, que estava enlameado por conta das chuvas que caíram durante a noite. A maior parte da mensagem papal foi pronunciada em italiano e traduzida para o croata. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
papaBento XVICroácia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.