Tony Gentile/Reuters
Tony Gentile/Reuters

Na Espanha, Papa lamenta 'amnésia' atual sobre Deus

Pontífice criticou visão utilitarista da educação que favorece os abusos da ciência e o totalitarismo político

AE, Agência Estado

19 de agosto de 2011 | 11h23

MADRI - O papa Bento XVI lamentou nesta sexta-feira, 19, o que chamou de "eclipse" de Deus na sociedade moderna, ao viajar para um famoso monastério da Espanha, no segundo dos quatro dias de sua visita ao país. O pontífice criticou a visão utilitarista da educação que, segundo ele, esquece a busca da verdade e favorece os abusos da ciência e o totalitarismo político.

 

Veja também:

linkRainha da Espanha presenteia papa com escultura brasileira

"Constata-se uma espécie de eclipse de Deus, uma certa amnésia, mais ainda, um verdadeiro rechaço ao Cristianismo", afirmou o papa. "Uma negação do tesouro da fé recebida, com o risco de perder aquilo que mais profundamente nos caracteriza."

O pontífice se dirigiu a 2 mil jovens religiosas congregadas no monastério de El Escorial, nas proximidades de Madri, imponente construção renascentista do século XVI ordenada pelo rei Felipe II, atualmente panteão dos reis da Espanha e moradia de monges da ordem de Santo Agostinho. Bento XVI pediu às religiosas que exercitem a "radicalidade evangélica", para fazer frente "à mediocridade e ao relativismo".

O papamóvel foi acompanhado por centenas de jovens que participam da Jornada Mundial da Juventude na capital espanhola. Após o encontro com as religiosas, o papa se dirigiu a 1.500 membros da comunidade universitária, entre professores e alunos.

O pontífice criticou o modelo de educação "utilitarista", dedicado exclusivamente a formar profissionais competentes e eficazes que satisfaçam a demanda laboral em cada momento. "Sabemos que quando a utilidade e o pragmatismo imediato se tornam critério principal, as perdas podem ser dramáticas", afirmou ele. "Desde os abusos de uma ciência sem limites, além dela mesma, até o totalitarismo político que se aviva facilmente quando se elimina toda referência superior ao mero cálculo do poder."

Mais tarde nesta sexta-feira, o papa almoça com voluntários da Jornada Mundial da Juventude, reúne-se com o primeiro-ministro José Luis Rodríguez Zapatero e também participa da procissão de via-crúcis, lembrando a crucificação e a morte de Jesus Cristo.

As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ESPANHAPAPAVISITA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.