Na Guatemala, Bush discute luta contra o narcotráfico

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, e seu colega guatemalteco, Oscar Berger, discutirão nesta segunda-feira, em reunião na Guatemala, "a segurança, a luta antidrogas e medidas contra a corrupção", segundo informou a Casa Branca."A segurança é a questão número um para o guatemalteco comum, portanto é um assunto que será abordado", disse o responsável para a América Latina do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, Daniel Fisk.Fisk lembrou o recente assassinato de três parlamentares salvadorenhos na Guatemala e as suspeitas de que altos cargos da Polícia local possam estar implicados no crime.Outro assunto prioritário na reunião será a cooperação na luta contra o narcotráfico, assim como o desenvolvimento econômico do país centro-americano.O acordo comercial entre EUA e América Central e a República Dominicana (CAFTA-DR) também terá seu lugar nas conversas, assim como a reforma migratória americana, disse Fisk.ProtestosCentenas de indígenas guatemaltecos iniciaram na noite deste domingo, 11, vigília no povoado de Tecpán, cerca de 60 quilômetros ao oeste da capital da Guatemala, em protesto contra a visita do presidente americano.Convocados pela Coordenadora Nacional Indígena e Camponesa da Guatemala (Conic), indígenas de todas as idades, provenientes de diferentes comunidades do país, lotaram a praça central de Tecpán, onde pretendem permanecer por 24 horas.O presidente americano concluirá sua visita à Guatemala na noite desta segunda-feira e partirá em seguida para o México, onde encerra sua viagem pela América Latina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.