Na Itália, deputados dão voto de confiança a Prodi

O primeiro-ministro da Itália, Romano Prodi, obteve neste domingo um voto de confiança da Câmara dos Deputados, conseguindo a aprovação da proposta de orçamento de seu governo de centro-esquerda para 2007. A proposta vinha sendo duramente criticada por causa dos aumentos de impostos e dos cortes de gastos embutidos. Ainda assim, os deputados italianos aprovaram o orçamento por 311 votos a 251. Ontem, a oposição conservadora havia apresentado uma moção de censura para tentar retardar a aprovação. Se Prodi não tivesse conquistado o voto de confiança, ele seria obrigado a renunciar. A coalizão governista conta com ampla maioria na câmara. Agora, o orçamento será votado pelo Senado, onde o governo tem maioria de apenas uma cadeira. O Senado tem até o fim do ano para aprovar o orçamento para 2007.

Agencia Estado,

19 Novembro 2006 | 18h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.