Na Malásia, Obama oferece ajuda em busca de voo MH370

Presidente americano reforça a aproximação em questões de segurança - preocupação de vizinhos da China

Agência Estado

26 de abril de 2014 | 10h37

O presidente dos EUA, Barack Obama, chegou neste sábado, 26, à Malásia, terceira etapa de seu giro pela Ásia, região estabelecida em 2011 como novo eixo da política externa americana. Ele ofereceu apoio na busca pelo voo MH370 da Malaysian Airlines, desaparecido no dia 8 de março, e reforçou a aproximação em questões de segurança - vizinhos da China envolvidos em disputas territoriais com Pequim têm interesse na presença americana na região.

O primeiro-ministro malaio, Najib Razak, aproveita a visita de Obama para contrabalançar as consequências negativas do desaparecimento do voo MH370. O governo da Malásia foi criticado por seu desempenho na busca.Outro objetivo de Obama é convencer o governo malaio a aderir ao Acordo de Associação Transpacífico, pacto de livre comércio entre países da região Ásia-Pacífico.As relações entre Washington e Kuala Lumpur foram tensas de 1981 a 2003, quando o país era dirigido por Mahathir Mohamad, crítico feroz dos EUA. Os laços comerciais persistiram e as relações melhoraram sob o governo de Najib Razak. Obama é o primeiro presidente americano a visitar o país de maioria muçulmana desde Lyndon Johnson, em 1966.

Obama viajará nesta segunda-feira, 28, para as Filipinas, quarta e última parada de sua viagem. Ele já passou por Japão e Coreia do Sul. Em Seul, ele qualificou como “Estado pária” o regime norte-coreano, após a divulgação de imagens de satélite que indicam testes para o quarto teste nuclear de Pyongyang. / AFP

Tudo o que sabemos sobre:
ÁSIAOBAMAMALÁSIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.