Na ONU, Chávez sente cheiro de 'esperança'

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, declarou nesta quarta-feira, durante discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas, que "sente o cheiro da esperança", e não mais de enxofre, numa referência à sucessão presidencial nos Estados Unidos.

AE-AP, Agencia Estado

24 de setembro de 2009 | 18h12

"O cheiro de enxofre foi embora", disse Chávez, três anos depois de, também durante discurso na Assembleia Geral, ter qualificado como "o diabo" o então presidente americano George W. Bush.

Em outra referência irônica a Bush, o presidente venezuelano disse: "por favor, não me atirem nenhum sapato".

Chávez não discursava durante a Assembleia Geral da ONU desde 2006, quando chamou Bush de "diabo" em diversas ocasiões. Hoje, ele disse: "É um prazer estar aqui depois de tantos anos".

Tudo o que sabemos sobre:
ONUHugo Chávezdiscursoenxofre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.