Na primeira eleição, Hamas é bem votado e Fatah obtém maioria

O grupo fundamentalista islâmico Hamas teve um sólido desempenho nas primeiras eleições municipais realizadas na Cisjordânia em 28 anos. Contudo, a Fatah, facção fundada por Yasser Arafat, obteve a maioria das cadeiras em pelo menos metade dos 26 conselhos municipais eleitos na quinta-feira na Cisjordânia, indicaram os primeiros resultados. Apesar de ser a primeira vez que o Hamas participa de uma eleição, em várias localidades, como Belém e Nablus, o grupo fundamentalista islâmico obteve mais votos que a tradicional Fatah.Segundo o responsável da comissão eleitoral local, Firas Yaghi, "a Fatah está em primeiro lugar, seguida pelo Hamas, os independentes e a Frente Popular de Libertação da Palestina (FPLP)". De acordo com uma contagem realizada pela agência France Presse a partir dos resultados preliminares em 22 localidades, a Fatah controla 13 conselhos municipais, enquanto o Hamas controla 9. Nessas localidades, os candidatos da Fatah obtiveram 135 cadeiras e os do Hamas, 75.Segundo Yaghi, 84% dos 140 mil eleitores palestinos foram às urnas para eleger 306 vereadores entre 886 candidatos - sendo 139 mulheres. A votação foi considerada como um ensaio geral das eleições de 9 de janeiro, quando será escolhido o sucessor de Arafat para a presidência da Autoridade Palestina. O Hamas pediu o boicote à eleição presidencial, mas indicou que participará das eleições legislativas e em outras votações locais que serão realizadas em 2005.Pelo menos cinco palestinos morreram hoje (24) na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, informaram fontes palestinas. No campo de refugiados de Tulkarem, três jovens, identificados como membros das Brigadas de Al-Aqsa, foram mortos a tiros durante uma perseguição de soldados israelenses. Dois membros do Hamas morreram no campo de refugiados de Khan Yunis na explosão da bomba que fabricavam para um atentado.

Agencia Estado,

24 de dezembro de 2004 | 20h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.