Na Rússia, soldados e entusiastas recriam marcha de 1941

Veteranos russos, soldados, cadetes e grupos de jovens patrióticos recriaram, nesta terça-feira, a lendária parada na Praça Vermelha de 1941, simultaneamente pagando uma homenagem ao esforço da Rússia (União Soviética na época) na Segunda Guerra Mundial e marcando o aniversário da Revolução Bolchevique de 1917. A marcha de 7 de novembro de 1941, a qual comemorava a revolução, foi a primeira a ser encenada com a entrada da Rússia na guerra, e foi um ato de desafio contra as forças nazistas alemães que haviam avançado tanto que se localizavam a apenas 20 quilômetros da Praça Vermelha. "Nós marchamos, e vimos somente Stalin" relembrou o veterano Ivan Ugryumov. "Quisemos marchar muito bem, mas estava nevando e as pedras da rua estavam escorregadias ... E tínhamos que ter cuidado com as baionetas daqueles marchando no corredor à frente do nosso, para que não furássemos nossas orelhas". Participantes da passeata estavam vestidos em trajes de época, com algum montando cavalos e outros marchando em passos precisos através da ampla marcha ao som da música do período.

Agencia Estado,

07 Novembro 2006 | 19h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.