Na Sérvia, filho de Mladic diz que o pai é inocente

O filho de Ratko Mladic disse hoje que seu pai é inocente. Além disso, Darko Mladic afirmou que o ex-comandante militar servo-bósnio não está com condições de saúde para ser transferido a fim de ser julgado pelo Tribunal Penal Internacional (TPI) para a ex-Iugoslávia.

AE, Agência Estado

27 de maio de 2011 | 09h54

Ratko Mladic é acusado por crimes de guerra e genocídio durante a Guerra da Bósnia, inclusive no episódio do massacre de Srebrenica, em 1995. Ele foi preso na Sérvia ontem. "A posição dele é de que ele não é culpado do que é acusado", disse Darko Mladic a repórteres após um encontro com seu pai, dentro do prédio do tribunal especial da Sérvia para crimes de guerra.

"Eu não sou um médico, mas na minha opinião ele não está em condições nesse momento", disse o filho, ao ser questionado sobre uma possível transferência do pai para a Holanda, onde fica o TPI. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
MladicSérviamassacrefilhoinocência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.