Na Síria, forças de segurança matam 10 durante funeral

Ativistas sírios disseram que forças do governo dispararam contra um funeral e mataram pelo menos dez pessoas hoje em Homs. Segundo os Comitês Locais de Coordenação, a mãe de um homem que foi morto ontem a tiros está entre as vítimas.

AE, Agência Estado

19 de julho de 2011 | 12h16

Outro ativista em Homs afirma que agentes do governo dispararam contra uma procissão funeral na frente da mesquita de Khaled bin Al-Waleed. A repressão na cidade ocorre após um dia de violência ontem, quando outras dez pessoas foram mortas.

No fim de semana, uma onda de violência sectária deixou cerca de 30 pessoas mortas em Homs, algumas das quais eram da seita alauíta, a mesma do presidente Bashar al-Assad. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaprotestosmortesfuneral

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.