NYT
NYT

Na véspera de negociação nuclear, chanceler iraniano mostra otimismo

Mohamed Zarif diz ter esperança de que conversas levem a roteiro parafim de impasse

O Estado de S. Paulo,

14 de outubro de 2013 | 09h21

TEERÃ - O ministro das Relações Exteriores do Irã e principal negociador nuclear do país, Mohammad Javad Zarif, manifestou nesta segunda-feira, 14, a esperança de que Teerã possa chegar a um acordo com as potências mundiais para resolver o impasse sobre seu nuclear, mas alertou que o processo será complexo. As negociações começam amanhã em Genebra, na Suíça.

"Amanhã é o início de um difícil e relativamente demorado caminho a seguir. Tenho esperança que até quarta-feira nós podemos chegar a um acordo sobre um roteiro para encontrar um caminho para a solução", disse Zarif em mensagem em sua página no Facebook, na noite de domingo.

"Mas, mesmo com a boa vontade do outro lado, alcançar um acordo sobre os detalhes e iniciar a aplicação, provavelmente, exigirá outra reunião a nível ministerial", acrescentou.

As conversas entre o Irã e o grupo 5+ 1, composto por EUA, China, Rússia, Grã-Bretanha, França e Alemanha, serão as primeiras desde a eleição do presidente Hassan Rohani,que com um perfil mais moderado que o de seu antecessor, Mahmoud Ahmadinejad, busca descongelar as relações do Irã com o Ocidente para reduzir as duras sanções econômicas contra o país.

Nações ocidentais acreditam que o programa de enriquecimento de urânio do Irã tem o objetivo de atingir a capacidade de construir armas nucleares. Teerã nega a acusação, dizendo que só quer dominar a tecnologia para gerar eletricidade e realizar pesquisas médicas. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Irã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.