Nacionalistas turco-cipriotas vencem eleição parlamentar

Os turco-cipriotas nacionalistas venceram hoje uma eleição parlamentar no Chipre. A vitória pode significar um revés nas promissoras negociações para reunificar a ilha, dividida etnicamente. Com quase 90% dos votos contabilizados, o direitista Partido Unidade Nacional tinha 44% dos votos, vantagem de 14 pontos sobre o esquerdista Partido Republicano Turco, de esquerda. Aproximadamente 81,3% dos 160 mil eleitores aptos a ir às urnas neste domingo participaram do pleito, segundo dados oficiais.

AE-AP, Agencia Estado

19 de abril de 2009 | 18h54

O voto não afeta diretamente o líder turco-cipriota Mehmet Ali Talat, que iniciou as conversas visando à reunificação em setembro, com os greco-cipriotas. Porém o resultado pode limitar a capacidade de Talat para negociar um acordo, que deve ser aprovado em referendo.

O Chipre está dividido desde 1974, quando a Turquia invadiu a ilha em resposta a um golpe dos partidários da união do país com a Grécia. A administração na região separatista do norte é reconhecida apenas pela Turquia. Porém a eleição deste domingo era observada de perto pelos dois lados, pois poderia mostrar divisões entre os turco-cipriotas sobre as possibilidades de reunificação.

Segundo funcionários eleitorais, o Partido Unidade Nacional deve conseguir 26 votos, em um Parlamento de 50 cadeiras. Com isso, poderia formar um governo sem a necessidade de coalizão. O Chipre entrou na União Europeia em 2004, porém os turco-cipriotas são excluídos dos benefícios de ser membros do bloco, após um acordo anterior da Organização das Nações Unidas (ONU) fracassar. Os turco-cipriotas apoiaram o plano em referendo, mas os greco-cipriotas o rejeitaram.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesChipre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.