'Não estamos imunes ao problema nacional das armas', diz prefeito de NY

Michael Bloomberg falou sobre ataque nas proximidades do Empire State, nesta sexta-feira, 24

24 de agosto de 2012 | 12h52

NOVA YORK – O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, fez um pronunciamento sobre o caso do atirador nas proximidades do Empire State. Pelo menos duas pessoas morreram – uma vítima e o próprio atirador, nesta sexta-feira, 24.

Veja também:

linkAtirador mata um e é morto pela polícia em Nova York

linkInternautas brasileiros comentam tiroteio em NY

blog VÍDEO: Polícia isola área ao redor do Empire State

blog VÍDEO: Equipes atendem feridos no Empire State

Bloomberg lamentou o ataque. "É uma tragédia terrível. Não estamos imunes ao problema nacional das armas", disse. O prefeito de Nova York afirmou que a polícia não tem muitas informações sobre o atirador.

Veja galeria de fotos:

A identidade dele, segundo o comissário de polícia Ray Kelly, foi confirmada como Jeffrey Johnson. Ele teria 41 anos e trabalharia em uma empresa local chamada Hazan Imports, mas a empresa não estaria no Empire State Building.

De acordo com Kelly, um trabalhador da construção seguiu o atirador e alertou a polícia. O comissário afirmou ainda que houve troca de tiros com policiais.

Ainda não há informaçõe sobre a motivação do crime, mas policiais descartam a possibilidade de um ataque ligado a organizações terroristas. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.