Não há avanço nas negociações até agora, diz líder do Zimbábue

Diálogo para governo de união será retomado na terça; Mugabe e Tsvangirai tentam superar crise política

Reuters,

11 de agosto de 2008 | 18h11

O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, afirmou nesta segunda-feira, 11, que as negociações com a oposição para um governo compartilhado não obtiveram sucesso até agora, mas serão retomadas na terça. Após quatro horas de conversas, Mugabe disse acreditar que os pontos de discordância "serão superados."   Veja também: Governo e oposição do Zimbábue retomam negociações   O líder zimbabuano e os dirigente opositores Morgan Tsvangirai e Arthur Mutambara estão em um hotel de Harare para tentar definir a formação de um governo de união nacional, que acabe com a crise política e econômica do país.   Thabo Mbeki, presidente da África do Sul, media as conversas. Ele chegou no sábado à Harare e tinha previsto retornar no domingo à Pretória, mas permaneceu na capital do Zimbábue para facilitar as negociações.   O presidente sul-africano, que assumirá no próximo fim de semana a Presidência da Comunidade para o Desenvolvimento da África Meridional (SADC), em uma cúpula da organização que será realizada em Johanesburgo, espera chegar a um acordo antes desse evento.   Tanto Mugabe quanto Tsvangirai alegam que venceram as eleições realizadas em junho, e que deveriam governar o país. O líder zimbabuano está no poder desde 1980.

Tudo o que sabemos sobre:
Zimbábue

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.