Não há evidências de ataque terrorista aos EUA, dizem franceses

Apesar das advertências do governo norte-americano, que fizeram com que a Air France cancelasse seis vôos entre Paris e Los Angeles, autoridades francesas disseram hoje que encontraram "escassa" evidência de que terroristas planejavam utilizar aviões franceses para atingir alvos nos Estados Unidos durante o Natal.De acordo com um porta-voz do Ministério do Interior, ninguém foi preso e sete homens - um francês, um americano e cinco argelinos - foram brevemente questionados e postos em liberdade em seguida na quarta-feira. Uma fonte judicial afirma que nenhum dos passageiros dos vôos cancelados, incluindo os interrogados, eram conhecidos das autoridades de inteligência ou possuíam laços com organizações terroristas.As pessoas interrogadas foram escolhidas porque seus nomes faziam parte de uma lista apresentada pelo governo americano, explicou um porta-voz ministerial sob condição de anonimato. Como não havia evidência suficiente de um ataque terrorista, não foi iniciada uma investigação, disse outra fonte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.