Não há indicativos de novos ataques, informa oficial

Um funcionário da divisão anti-terror do governo americano disse nessa quinta-feira que a inteligência dos EUA não identificou sinais de ataque iminente da Al-Qaeda ao país. A afirmação foi feita no mesmo dia em que uma fita de áudio atribuída a Bin Laden reportou que uma nova ação contra os americanos esteja para ser executada pela organização.Embora tenham dito que a ameaça não deve ser subestimada, funcionários da inteligência informaram que não interceptaram conversas que possam indicar esse tipo de ataque. Altos funcionários da administração Bush estão tentando identificar a autenticidade da fita, divulgada pela rede de TV Al-Jazira. Esse processo pode levar muitas horas ou mesmo dias, informou a agência de notícias Associated Press. Autoridades da inteligência americana estão analisando porque bin Laden - se de fato a voz for do líder extremista - apareceria em público após deixar que seu representante Ayman al-Zawahri se tornasse uma espécie de relações públicas da Al-Qaeda."Até o momento não está claro o significado dessa aparição", disse um dos funcionários anti-terror, que falou sob condição de anonimato devido a delicadeza do assunto. De qualquer forma, completa o funcionário, "é possível pensar que isso pode ser um esforço para mostrar ao público e à própria Al-Qaeda que ele continua vivo, dado que sua voz não é ouvida a um bom tempo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.