Não-membros do Conselho de Segurança debatem Iraque

O debate aberto, para que os países que não compõem o Conselho de Segurança da ONU se manifestem sobre a questão do Iraque, irá prosseguir nesta quarta-feira. Ontem, após cerca de quatro horas, apenas parte dos 56 embaixadores inscritos expressaram sua opinião em relação à crise. Com exceção dos representantes da Austrália e do Japão, os demais sustentaram posição favorável ao desarmamento do Iraque por meio das inspeções, ao invés da utilização da força. O debate foi marcado a pedido da África do Sul, que lidera um bloco formado por 115 nações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.