AFP
AFP

Napoli doará às vítimas do terremoto parte da renda arrecadada com ingressos do jogo contra Milan

Presidente do clube, Aurelio De Laurentiis, disse estar desconcertado pela tragédia que abalou o centro da Itália e qualificou o episódio como ‘terrível’

O Estado de S.Paulo

25 Agosto 2016 | 15h50

ROMA - O presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis, anunciou nesta quinta-feira, 25, que parte da renda arrecadada com os ingressos para a próxima partida do clube pelo Campeonato Italiano, que será contra o Milan, será revertida para ajudar as vítimas do terremoto que atingiu a região central da Itália na madrugada de quarta-feira.

Em comunicado divulgado no site oficial do clube, De Laurentiis anunciou a medida e disse que ele e a agremiação estão junto às pessoas atingidas pelo tremor, qualificado por ele como “terrível”.

O dirigente utilizou ainda a sua conta pessoal no Twitter para expressar tristeza em relação às consequências do sismo que causou mais de 200 mortes.

"Como todos, estou desconcertado pela tragédia do terremoto. Conheço bem essa região, quando era pequeno costumava passar muito tempo lá com minha família", publicou o dirigente.

A atitude do Napoli se soma às demonstrações de apoio pelo mundo após o tremor de 6,2 graus de magnitude que devastou cidades inteiras nas regiões de Abruzos, Lácio, Marche e Úmbria.

A Fundação Giovanni Agnelli, uma organização fundada em homenagem ao histórico presidente da Juventus, informou que doará 150 mil euros para ajudar às vítimas da tragédia. / EFE

 

Mais conteúdo sobre:
TerremotoItáliaNapoli

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.