Nasa está prestes a lançar nova nave espacial

A Nasa está perto de lançar sua nova nave que levará astronautas ao espaço. Nesta quinta-feira, a cápsula Orion foi exibida no Centro Espacial John F. Kennedy, na cidade de Cabo Canaveral, a menos de três meses de seu primeiro teste de voo.

Estadão Conteúdo

11 de setembro de 2014 | 16h14

Funcionários do centro assistiram enquanto a cápsula, selada para proteção, emergiu de seu hangar de montagem e foi levada para a garagem de abastecimento sobre uma plataforma giratória. Junto com seu módulo de serviço acoplado e um anel conector, a cápsula mede 12 metros de altura.

"Não é incrível?", disse o diretor do centro, Robert Cabana, ex-comandante espacial. "É nosso passo para o futuro, explorar o estabelecimento de uma presença no sistema solar".

No teste de voo que será realizado em 4 de dezembro, a cápsula será lançada a mais de 5.800 km no espaço e dará duas voltas ao redor da Terra andes de voltar à atmosfera, a 32 mil km/h e aterrissar com ajuda de um paraquedas sobre o oceano Pacífico na costa de San Diego. A missão vai durar quatro horas.

O segundo voo da Orion não vai acontecer até 2018, quando outra cápsula, ainda sem nome, pairar sobre um novo mega foguete da Nasa, que está sendo desenvolvido, chamado Sistema de Lançamento Espacial.

A Nasa planeja colocar astronautas a bordo da Orion em 2021 para uma profunda exploração espacial. Cada cápsula pode acomodar até quatro pessoas. O plano é usar a Orion para levar humanos a asteroides e a Marte. Várias empresas privadas americanas estão competindo por esses curtos voos. A Nasa espera escolher um ou dois candidatos para financiamento na próxima semana.

Cabana disse que gostaria que o ritmo de voo da Orion fosse mais rápido. "Dado o orçamento que temos, acredito que nós temos o melhor programa que poderíamos imaginar", afirmou.

A Orion foi pensada há uma década, como um veículo de exploração para levar astronautas além da órbita da Terra e conseguiu sobreviver ao cancelamento do projeto lunar Constelação. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUANasanave espacial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.