Nasce a futura rainha da Noruega. A primeira em 600 anos

A princesa da Noruega Mette-Marit deu à luz, hoje, uma menina que algum dia se tornará a primeira rainha que estará à frente do Estado no país nórdico, em 600 anos. O bebê, cujo nome ainda não foi divulgado, nasceu às 9h13 (6h13 em Brasília), anunciou o príncipe herdeiro Haakon, filho do rio Harald V e o primeiro na linha de sucessão, que levou sua mulher de carro ao hospital cinco horas antes do parto.?A princesa e o bebê estão bem. Estamos muito felizes?, disse Haakon numa entrevista à imprensa. ?Foi maravilhoso, uma experiência muito forte.?Como se era de esperar de um pai recente, Haakon estava delumbrado com a herdeira.?Ela é a mais encantadora e bonita menininha de todo o mundo.?Segundo o príncipe, o bebê, cujo nome será anunciado quinta-feira, nasceu pesando 3,868 kg e com 51 cm.A celebração em todo o país para marcar o nascimento real terá bandeiras desfraldadas em todos os prédio públicos e salvas de canhão nas fortalezas militares.O último monarca do sexo feminino, a rainha Margrete, assumiu o trono norueguês e dinamarquês em 1380, depois da morte de seu marido, e governou até 1412. A princesinha que nasceu hoje tem um irmão de um relacionamento anterior de sua mãe, Marius, mas ele não tem título ou direitos. A nova princesa é a segunda na linha do trono, depois de seu pai.A importância do nascimento foi ressaltada pelo presidente do parlamento, que lembrou as regras constitucionais.?O nascimento é um evento histórico, porque é a primeira vez que a filha de um casal real norueguês nasce herdeira do trono?, disse o primeiro-ministro Kjell Magne Bondevik. Mette-Marit Tjessem-Hoiby, mãe solteira, tornou-se princesa em agosto de 2001, quando casou-se com Haakon. Os dois tem 30 anos.Mesmo que Haakon tenha uma irmã mais velha, princesa Martha, ele é o primeiro na linha de sucessão sob a antiga constituição que admitia apenas homens como monarcas. A lei foi mudada em 1990, mas não é retroativa.A Noruega conquistou a independência em 1905, após séculos de uniões com Suécia ou Dinamarca. O país optou por tornar-se uma monarquia constitucional e elegeu um príncipe dinamarquês, que tomou o nome de Haakon VII, como seu primeiro rei.Desde então, houve mais dois reis, Olav V e o atual Harald V, sendo que o príncipe herdeiro Haakon tornar-se-á o quarto rei da história moderna.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.