Naufrágio de balsa no Mar Cáspio deixa 40 desaparecidos

Cerca de 40 pessoas continuavam desaparecidas hoje à noite, depois que uma balsa naufragou no Mar Cáspio. A morte de um passageiro foi confirmada e outras nove pessoas foram salvas. A balsa Mercúrio II fazia a rota de Aktau, no Cazaquistão, para Baku, capital do Azerbaijão, com uma tripulação de 43 pessoas, oito passageiros e um carregamento de petróleo transportado em contêineres quando afundou, disse Aidyn Bashirov, presidente da empresa de navegação Caspar, proprietária da embarcação de 154 metros. Bashirov afirmou que a balsa foi surpreendida por uma tempestade. Os fortes ventos provocaram ondas no mar de até 6 metros de altura. Segundo Bashirov, a movimentação da embarcação levou os contêineres de petróleo (cujo peso chegava a cerca de 60 toneladas) a tombar para um lado, provocando o naufrágio.O vice-primeiro-ministro do Azerbaijão, Abid Sharifov, afirmou que cinco barcos estavam à procura de sobreviventes, e outros dois, a caminho. Sete helicópteros de socorro devem começar a trabalhar amanhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.