EFE
EFE

Naufrágio de rebocador na China deixa 22 desaparecidos

Sete ou oito estrangeiros, entre eles um francês, japoneses e cingapurianos, estavam a bordo e encontram-se entre os sumidos

O Estado de S. Paulo

16 de janeiro de 2015 | 10h42


Ao menos 22 pessoas, entre elas vários estrangeiros, foram declaradas desaparecidas após o naufrágio, na quinta-feira, de um rebocador no rio Yang-tsé, anunciou nesta sexta-feira a agência Xinhua.

Os serviços de salvamento recuperaram três passageiros do navio, que afundou às 15 horas (5 horas de Brasília) de quinta-feira, quando se encontrava no canal de Fubei, acrescentou a fonte.

Sete ou oito estrangeiros, entre eles um francês, japoneses e cingapuriano, estavam a bordo e encontram-se entre os desaparecidos, disse a Xinhua.

O vice-governador da Província de Jiangsu, Zhang Lei, estava nesta sexta-feira no local dirigindo as operações de resgate, que se tornam difíceis devido às fortes correntes no rio e às baixas temperaturas da água, segundo a agência. / AFP

 

Tudo o que sabemos sobre:
Chinanaufrágiorebocador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.