Naufrágio deixa mais de 30 mortos em Camarões

Funcionários do governo da República de Camarões e testemunhas dizem que mais de 30 pessoas estão desaparecidas e acredita-se que tenham morrido, após um acidente que ocorreu em um ferryboat no último final de semana no litoral do país. Emmanuel Akimba, que sobreviveu ao desastre, disse hoje, por telefone, que uma onda virou o ferry e despedaçou a embarcação no domingo. O ferry transportava 43 pessoas no Golfo da Guiné.Jules Marcelin Njaga, um funcionário do governo camaronês, disse que seis pessoas sobreviveram e não está claro o que aconteceu com as outras. Naufrágios são comuns no oeste da África, onde o sistema rodoviário é muito ruim ou inexistente e muitos barcos são usados para transportar mercadorias e pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.