Naufrágio mata 197 migrantes africanos no mar Vermelho, diz agência

Segundo imprensa semioficial sudanesa, barco levava pessoas de forma irregular à Arábia Saudita.

BBC Brasil, BBC

05 de julho de 2011 | 22h30

O naufrágio de uma embarcação nesta terça-feira deixou ao menos 197 migrantes africanos mortos no mar Vermelho, entre o nordeste da África e o Oriente Médio, informou uma agência semioficial do Sudão.

O barco, que levava africanos à Arábia Saudita de forma irregular, naufragou na costa sudanesa depois de um incêndio. Apenas três pessoas foram salvas, segundo o Centro de Mídia Sudanês, e as buscas por sobreviventes prosseguem no local.

Não está claro qual foi o ponto de partida da embarcação.

A imprensa local diz que o barco levava migrantes de países vizinhos ao Sudão. Os quatro donos da embarcação, de nacionalidade iemenita, teriam sido detidos. Os relatos não puderam ser checados de maneira independente.

O correspondente da BBC em Cartum, James Copnal, diz que o mar Vermelho é uma conhecida rota de tráfico humano e de imigração ilegal usada por somalis e por outros cidadãos do nordeste africano, que tentam chegar a lugares como a Arábia Saudita e o Iêmen em busca de emprego e para fugir da miséria e dos confrontos em seus países de origem.

Caso os números desta terça sejam confirmados, o acidente será um dos naufrágios mais mortais envolvendo imigrantes na costa sudanesa.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.