Naufrágio mata 22 imigrantes ilegais no Iêmen

O Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur) informou hoje que 22 pessoas morreram hoje e outras 28 estão desaparecidas ao tentar chegar de maneira ilegal ao Iêmen, procedentes de Etiópia e Somália.Um porta-voz da agência da ONU para os refugiados informou que uma embarcação comandada por traficantes de pessoas, e que transportava ilegalmente 120 somalis e etíopes, afundou perto do litoral do Iêmen.As fontes do Acnur, que também receberam confirmação das autoridades iemenitas, disseram que o incidente, o segundo ocorrido em águas do Golfo de Aden em uma semana, ocorreu ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.