Naufrágio mata ao menos 44 em Bangladesh

Polícia afirma que apenas 25 dos 150 passageiros de balsa atingida por tempestade nadaram até a margem do rio

REUTERS

13 de maio de 2008 | 10h54

Pelo menos 44 pessoas morreram e muitas outras estão desaparecidas devido ao naufrágio de uma balsa com pelo menos 150 passageiros em Bangladesh, nesta terça-feira, 13, segundo policiais e testemunhas. "Continuamos nossos esforços para resgatar a balsa afundada ainda hoje", disse Mohammad Jahangir Alam, chefe de um distrito policial no departamento de Kishoreganj, a nordeste de Dacca, a capital. Jahangir disse que a balsa foi atingida por uma tempestade na segunda-feira e virou no rio Ghorautura, a quase 180 quilômetros de Daca. De acordo com ele, dos quase 150 passageiros a bordo só uns 25 conseguiram nadar até a margem. Barcos de resgate do governo estão no local, mas a forte correnteza complica o trabalho de buscas, segundo testemunhas. Bombeiros, policiais e voluntários também tentam ajudar, segundo os jornais locais. Os responsáveis pela busca dizem que a balsa afundou mais de 15 metros, o que dificulta que ele seja içado e levado para a margem. "Mas vamos concluir a operação o mais rapidamente possível", disse Jahangir à Reuters por telefone. As equipes dizem que há muitos corpos dentro da balsa, que estava superlotada e trafegava com as janelas fechadas devido à tempestade de segunda-feira, o que dificultou ainda mais a fuga. Naufrágios são comuns nos rios de Bangladesh, matando centenas por ano. Sem fiscalização adequada, as balsas costumam viajar superlotadas e sem a manutenção necessária.

Tudo o que sabemos sobre:
Bangladesh

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.